Fundação Verde Herbert Daniel

Walter Tesch
  • Masculino
  • São Paulo, SP
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Walter Tesch

  • Marcela Moraes
  • Luciana Helena Fandinho
  • Núbia de Sena Carneiro
  • carlos tadashi nagata
  • Marcelo Estraviz
  • Henry dutra
  • Edison Masakatu Goto
  • eliana gomes alixandria
  • Anand Sampurno
  • Danilo Paro
  • RAQUEL MARQUES
  • Orisvaldo Quiquinato
  • Marcus Vinícius Simioni
  • mario cobucci neto
  • Edna Sandra Martins
 

Página de Walter Tesch

Informações do Perfil

Declaro que estou de acordo a aceito o termo de responsabilidade FVHD.
sim

MARINA VEM AÍ: AGORA OS DESAFIOS DA CONSTRUÇÃO DO PROJETO BRASIL SUSTENTÁVEL

MARINA VEM AÍ
O PARTIDO VERDE ASSUME OS DESAFIESAFIOS DO
BRASIL SUSTENTAVEL 2010
(reflexões sobre as tarefas dos verdes de São Paulo)

1-ALGUNS SIGNIFICADOS
1- Só a possibilidade de uma Agenda Verde Hegemônica no debate presidencial brasileiro significaria um avanço na direção da mudança de paradigmas na economia, na cultura e na política não só do Brasil mas com projeções na agenda das Américas. Neste sentido a candidatura se projeta alem do PV institucional histórico. Este é o significado de “Construir uma Agenda para o País” e não só para “um governo”.

2- Certamente os militantes verdes foram os propulsores iniciais do conceito de uma Agenda Ambiental como política publica, este tema foi ingressando na agenda legal e constitucional e novos marcos legislativos através de vários Partidos. Esta premissa contudo não é argumento para neófitos de arribação introduzam contrabando doutrinário conceitual.

3- A tese do “Brasil é uma Potencia Ambiental” e um candidato a presidência com uma fundamentada plataforma da sustentabilidade com um Projeto Nacional ganha força e sinergia no momento atual, articulando muitos segmentos da sociedade.

4- O convite do PV para que Marina Silva se torne a candidata a Presidente já causou impactos reais, mostrando que pequenas ações podem causar efeitos universais:
• Foi um petardo no cenário de “futebolístico eleitoral” da polarização;
• A transferência de votos do presidente foi impactado assim como sua candidata;
• Afetou o espaço ocupado a outros dissidentes do PT: Buarque e Luiza Helena;
• Muda o cenário e palanques estaduais como por exemplo do Rio;
• Ciro Gomes e o PSB.devem refazer sua estratégia, assim como outros Partidos.

5- A candidatura de Marina Osmarina Vaz da Silva – mesmo sem vencer no primeiro turno - coloca o segundo turno com outro significado para a agenda da sustentabilidade e abre novas opções. Não é exagero cogitar na emergência de um “Obama de Saia”.

6- Um novo quadro como o que se desenha pode também dar outro perfil as representações parlamentares com desdobramentos para a agenda ambiental e da sustentabilidade dentro do congresso. Embora todos saibamos que as Leis não modificam a realidade sem o respalfo de um entendimento na sociedade

2- DESAFIOS ORGANIZATIVOS DA NOVA SITUAÇÃO


7- Ao PV o desafio de promover e consolidar equipes de trabalho habilitadas para formular e debater o Projeto Programático estratégico baseado no conceito de Sustentabilidaee para os diversos setores e nos nível nacional, estadual e municipal.

8- Em cada comunidade o importante é constituir fóruns permanentes de debate dos eixos Agenda do Projeto Brasil Sustentável que sejam identificáveis e compreensível para amplas camadas e setores da população com a participação e apoio de especialistas, intelectuais e universitários de diversas tendências partidárias.

9- Um candidato a presidente para um pais diverso e das dimensões do Brasil demanda uma ampla base social de alianças e palanques nos diversos Estados, Segmentos Sociais e Setores econômicos. Tecer esta ampla REDE e manter um eixo programático de novo tipo é um desafio no interior da cultura clientelista e patrimonialista do Brasil QUE penetra inclusive os partidos políticos.

10- Para canalizar na Agenda do Projeto Brasil Sustentável o “aluvião social” de expectativas e sonhos que desencadeia uma campanha eleitoral é necessário que os verdes corram sempre na frente para não ser atropelado pelos acontecimentos.

11- Na eventual candidatura Marina pela legenda Verde, as chapas de Federais e Estaduais em todos os Estados tem que passar por um “pente fino” e ser nivelada e enquadrada na mesma linha estratégica deste conceito de candidatura do Projeto Brasil Sustentável. Quem sabe teremos que fazer uma espécie de mobilização tipo de “woodstock político nacional” para harmonizar a perspectiva do projeto em um Candinho de debates.

12- Cada Estado se obriga a analise da situação da economia, das forças e alianças e do espaço para a plataforma do BRASIL SUSTENTAVEL de forma que os compromissos não inviabilizem a plataforma. Quem sabe o mais importante é o “processo de construção de um poder social” que ter responsabilidades de poder imediato e perder o programa de mudanças.

13- E quais as tarefas da Fundação Herbert Daniel? Certamente pode ser construído um espaço que pode doravante efetivamente contribuir convocando debate com instituições similares nacionais e internacionais para aprofundar no complexo perfil de uma economia da sustentável examinando a nossa e outras experiências. Construir um verdadeiro Banco de Experiências online de acesso a toda comunidade. Assumir um processo de formação de quadros em uma perspectiva do Brasil Sustentável com o perfil e características que o momento demanda. Isto representará uma verdadeira revolução cultural.

14- A candidatura destas dimensões obrigará uma revisão a fundo da estrutura organizacional, métodos de trabalho e praticas partidária. Implica certamente uma “refundação programática do PV” para o exercício e responsabilidades reais de gestão. A “resignificação” de todas as dimensões das diversas políticas no quadro de um PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL. Um Projeto Nacional certamente demandará das diversas políticas legislativas, econômicas, educativas, energéticas, inovação industrial, ciência e tecnologia, serviços, gestão do espaço publico, saude, eliminação da pobreza sem controle do cidadão, agricultura, segurança nacional, segurança publica, novos enfoques dos recursos do mar, terra e ar etc. Conceitos de relações federativas nos níveis internacional, federal, estadual e municipal. Enfim trabalhar o desenvolvimento Sustentável desde a perspectiva do Patrimônio Nacional em todas as suas dimensões. Uma linha desta natureza coloca ao partido e o “bloco verde de aliança” o desafio de empolgar a sociedade para chegar a um “Ponto de Mutação”, e um inicio da transição de paradigma.

15- Estes seriam alguns desafios da reformulação, reconstrução da forma de exercer a ação política tendo como foco a agenda da sustentabilidade e das mudanças de comportamentos a tal “mudança de paradigma” em todas as esferas. Isto esta mais para a “construção de poder”, adequado ao quadro atual de sociedade globalizadas velocidade da informação que para a ilusória e clássica “tomada do poder” que no final é administrar o passivo para que os poderes econômicos controlem usufruam o ativo.

16- Uma linha de força e tendências deste processo permearia segmentos sociais diversos e facções de diversos partidos, alem dos verdes. Tal quadro coloca o desafio à campanha do BRASIL SUSTENTÁVEL e ao PV o desafio harmonizar o aluvião social que vai buscar se incorporar com adventícios de todo perfil e interesses. Isto implica em um entendimento comum sobre o “diagnóstico e os remédios”. Canalizar com diretrizes de trabalho as energias em um eixo condutor para evitar o risco das fragmentações, rupturas e debates principistas estéreis. Tudo em um quadro de tecnologias de Informação que horizontalizam rapidamente as informações e a participação em todos os níveis aproximando as discussões e também os dissensos.

3- ELEMENTOS PARA REFLEXÃO


17- O processo foi desencadeado pela direção do PV, mas como diz o ditado em uma guerra ou uma greve, sabe-se como começa e não como termina. Para continuar dando a direção deve se capacitar com propostas mobilização e argumentação em sintonia com a tendência. A força e imagem da candidata tem autonomia relativa no processo, mas para que exista coerência é necessário tecer uma ampla rede sócio-territorial de sustentação. Construindo os Comitês de Base do Brasil Sustentável.

18- O ingresso de Marina no PV e sua candidata incrementou em uma relação recíproca os respectivos desafios e “capital político” de negociação e atração que demanda muito equilíbrio e formas de chegar a decisões consensual. Ao mesmo tempo se mobilizaram forças de oposição a esta formula manipulando informações, fazendo contra-informações e explorando todas as debilidades ou eventuais fragilidades procurando explorar fraturas. Tema que exige fundamentos e capacidade de resposta.

19- Na sociedade brasileira, depois do filme de Al Gore ganharam força os temas da agenda ambiental e do desenvolvimento sustentável nos diversos setores econômicos e sociais. Apropriações semânticas e eco camuflagem também prosperam no mar de incertezas. Proliferam teses em busca de autor, o PV expressa parte destas expectativas desde o ponto de vista dos de fora e a aproximação com a história de Marina trazendo outros simbolismos acumula um potencial de energias sociais e políticas de desdobramentos e resultados imprevisíveis.

20- A candidatura Marina para um Projeto Nacional de Brasil Sustentável projeta uma imagem que expressa e catalisa aspirações de sonhos de paz, das mulheres, da diversidade, da espiritualidade, da Amazônia misteriosa, da ética e do compromisso respeitado com esperanças de governo de bem estar.

21- O PV nesta sua trajetória também é uma diversidade, também com “bandas diversas” com frágil tradição de debates conceituais e exame das suas próprias praticas de gestão ou propostas legislativas. Se nasceu para impulsar uma agenda ambiental na sociedade, a qual é hoje consenso em praticamente todas as esferas sociais. Não é um “partido de poder tradicional” de poder institucional ou de classe, nem ideológico embora alguns queiram agora descolar um “ecosocialismo”. Na verdade esta mais para um partido “pos moderno” que surgiu pré-queda do Muro de Berlin, até pouco mais parecia um movimento que apontava a construir um “poder social” de mudança de paradigma a longo prazo que fosse sendo assimilado pela mudança de comportamento e atitudes na cultura. Aspira ao equilíbrio entre o homem e o ambiente tornando esta postura na atualidade o “discurso politicamente correto” que todos querem aderir. AGORA surge o desafio pragmátismo de permear as políticas públicas, a economia em base a uma grande aliança plural em vários aspectos, fundada em uma agenda operacional e com calendário de um BRASIL SUSTENTAVEL. Tal dinâmica dentro do novo quadro mundial significaria um ponto de virada o êxito desta estratégia não tradicional, poderá ter projeções regional continental e até mundial pelo peso do Brasil nesta agenda.

22- O PV como partido de relativa capilaridade nacional com vertebração geral baseada em um “discurso ambiental” tem sempre negociando parcerias e alianças, sendo coadjuvante para inserir pautas ambientais em políticas publicas nos diversos níveis. Agora é a oportunidade de se tornar uma força não so coadjuvante mas também condutora e protagonista qualitativamente diferente dentro de um “bloco verde” o que daria musculatura e estrutura força coletiva para impulsar um novo paradigma de ação política e modelo de participação na política publica local e regional. Agosto 09

(alguns elementos a ir ordenando em forma de idéias força para o debate wtesch@waltertesch.com.br )

Fotos de Walter Tesch

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Textos de Walter Tesch

EM BOA HORA A REATIVAÇÃO??

Postado em 10 junho 2011 às 8:29 0 Comentários

A história de fundações como as dos Partidos Políticos da Alemanha mostra que podemser muito proficuas. Claro! É necessário Estratégia e Programa construido coletivamente nos moldes que as tecnologias de hojde permitem…

Continuar

Caixa de Recados

Você precisa ser um membro de Fundação Verde Herbert Daniel para adicionar comentários!

Entrar em Fundação Verde Herbert Daniel

  • Sem comentários por enquanto!
 
 
 

© 2019   Criado por Administrador FVHD.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço